Artigo

Pós-pandemia: Como Podem nos Ajudar a Neurociência, a Psicologia Positiva e o Renascimento Integrativo.

PÓS-PANDEMIA: COMO PODEM NOS AJUDAR A NEUROCIÊNCIA, A PSICOLOGIA POSITIVA E O RENASCIMENTO INTEGRATIVO

Prepare-se desde já para o mundo pós-pandemia

Nosso mundo vive hoje um grande antagonismo: por um lado nunca foi tão fácil ter-se relacionamentos, principalmente através de grupos virtuais das redes sociais; por outro, nunca os relacionamentos foram tão superficiais e descartáveis. Mas é possível aprender a investir em relacionamentos úteis e saudáveis, evitando dores e ferimentos afetivos?
Como ensina o Buda, “todos os seres humanos buscam libertar-se do sofrimento” e, nas palavras do também iluminado contemporâneo Samael Aun Weor, “o desejo e o ego são as raízes do sofrimento”.
Nesta pandemia do Coronavírus, muitas pessoas tiveram traumas pela perda de parentes e amigos, ou pelo estresse de falta de renda, ou de ficar muito em casa, pelo medo da infecção, pelas alterações na rotina profissional, mudanças profundas no funcionamento familiar, crianças em casa, atritos conjugais, afastamento de parentes e amigos etc. Tudo isso marcou profundamente as pessoas, em maior ou menor grau.
Entretanto, quanto à pandemia, uma luz já é vista no fim do túnel, com a volta às atividades presenciais e a um mundo de menor afastamento social. E sairá na frente quem se preparar previamente para este mundo novo-velho-normal.
Neste mundo pós-pandemia, com home office, afastamento social e ainda mais aproximação digital virtual, é importante aproveitar para (re)construir nossos relacionamentos em outras bases, de forma profunda e sincera, tornando-os sinérgicos e com resultados para todos.
E para isso a Neurociência, a Psicologia Gnóstica Positiva e o Renascimento podem ajudar!

A Neurociência e os Relacionamentos Saudáveis

A Neurociência estuda como o nosso cérebro e sistema nervoso funcionam, permitindo uma abordagem bioquímica de nossos anseios, processos cerebrais e reações fisiológicas, as quais expressam-se, por exemplo, pelos neurotransmissores, levando-nos a comportamentos psicológicos específicos.
Quando estamos em estresse ou em depressão, por exemplo, toda a nossa bioquímica fica alterada, dispondo-nos para o estado de alerta, para a irritação, para a tristeza, para a prostração.
Por outro lado, quando estamos felizes e nos sentimos bem num ambiente ou com pessoas a nós agradáveis, todo o nosso aparato químico e psíquico literalmente se ilumina, dando-nos uma agradável sensação de bem-estar, que pode durar dias.
E neste ponto entram os bons relacionamentos, aqueles chamados de saudáveis ou não tóxicos: você reconhece quais relacionamentos lhe são prejudiciais? Consegue verificar e tomar consciência do que eles fazem em sua psique e em seu corpo/sistema nervoso? E como isso pode se somatizar em dores, incômodos, fadiga, distúrbios do sono, desequilíbrios digestivos, irritabilidade? Pode um relacionamento agradável no presente também ser tóxico e prejudicial a longo prazo ?
É exatamente neste ponto que a Neurociência e a Psicologia Gnóstica se encontram, com o uso de técnicas nos dois sentidos, tanto do bioquímico para o psíquico, quanto do psíquico para o bioquímico, numa via complementar e de mão-dupla.

A Psicologia Positiva Gnóstica e o Bem-estar total

No Budismo existe a busca da iluminação, de um estado psíquico e espiritual nirvânico ou de paz e tranquilidade, felicidade e libertação dos desejos e apegos.
Na Psicologia Gnóstica ensinada por Samael Aun Weor a busca é a mesma, de um despertar de consciência para a manifestação plena de nossas virtudes, as chamadas Flores da Alma.
Por isso podemos dizer que Samael foi um dos grandes precursores da Psicologia Positiva, ao ensinar há mais de 70 anos os caminhos que levam à felicidade e ao bem estar, não focando necessariamente nos problemas psicológicos, nas patologias e nos desequilíbrios psíquicos.
Dessa forma, a Moderna Psicologia Positiva Gnóstica busca nutrir, reforçar e manter o bem-estar das pessoas, utilizando técnicas de harmonização mental, emocional e espiritual, como a  equalização de campos morfogenéticos ancestrais, a meditação, os mantras, a visualização criativa, os decretos neurocientíficos e o renascimento integrativo.
O foco da Psicologia Positiva Gnóstica é na felicidade, no otimismo, nas virtudes do Ser.

O Renascimento Integrativo para uma adaptação rápida ao mundo pós pandemia

Renascimento ou Rebirthing é um método de respiração consciente, capaz de promover um profundo autoconhecimento e desenvolvimento através de uma integração corporal, emocional e mental.
Renascer é dar um novo significado para nossa vida nos mais diversos aspectos, inclusive o do momento em que viemos ao mundo. O ato de respirar conscientemente traz a ressignificação da nossa história, e ao mesmo tempo, gera novos espaços para manifestarmos o ser espontâneo e criativo que somos, mas que pode estar latente.
O renascimento dissolve bloqueios mentais, age diretamente nos órgãos internos melhorando a saúde física. Além disso, diminui o stress, proporcionando um relaxamento profundo e promovendo, assim, uma conexão profunda com nossa psique, na sua expressão espiritual.
Com o Rebirthing podemos renunciar ao passado de forma profunda, limpando-nos e libertando-nos de pseudoculpas e traumas ilusórios, aprendendo a amar em realidade a essência de nossos pais, mães, filhos, cônjuges, sócios, amigos e até nossos ex-relacionamentos.
Quando resolvemos nosso passado em todos os níveis psíquicos, podemos ter discernimento em nosso presente para construir um futuro virtuoso, com relacionamentos saudáveis, empáticos e positivos para todos.

O Triângulo Virtuoso: Neurociência, Psicologia Positiva e Renascimento.

Sérgio Linke é engenheiro e presidente da Associação Gnóstica

 

Gostou do artigo? Compatilhe!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Artigos Recentes

NOSSO ENDEREÇO E CONTATO

Telefone e Whatsapp
85 99156-8464

E-mail
gnosefortaleza@gmail.com

Endereço
Rua José Lourenço, 510 – SALA 10
Meireles – Fortaleza/CE

O QUE É GNOSE?

Gnose vem do sânscrito Gnana e do grego gnôzis, que se latinizou como cognoscere, ou seja, conhecer, como nas palavras diagnóstico, prognóstico etc. Gnose, literalmente, quer dizer “conhecimento” ou “conhecimento superior”. Leia mais