85 99156-8464
gnosefortaleza@gmail.com

Artigo do Blog

Leia o artigo a seguir
1 jan 2014

Deus é e Basta

/
Postado por
/
Comentários0

PARA SERVIR A HUMANIDADE, DEUS É E BASTA !!

 

Muitos falam sobre Servir a Humanidade, mas poucos sabem como fazê-lo. Muitos se dizem servidores, mas poucos têm consciência do que é Servir.
Francisco e Clara de Assis, no século XIII , mudaram o mundo com suas idéias e atitudes revolucionárias e mostraram a todos que não há pré-requisitos  ideológicos , sociais ou econômicos para Amar , mas somente a convicção interior de que a Obra do Criador deve e pode ser executada.
Numa época de guerras, disputas e ignorância, em plena Idade das Trevas, souberam viver para servir, fincaram sua bandeira de Amor Puro num mundo em que o “amor” era tão raro quanto a chuva num deserto.
Ao vermos uma obra edificada, temos a impressão de que tudo aconteceu como por milagre e que os seres que a realizaram foram especialmente premiados por um “dom” divino. Mas não é assim. Como tantos outros grandes Homens e Mulheres que viveram em nossa amada Terra, a Obra desses Mestres de Assis foi edificada com os tijolos de muitas provas e sacrifícios, exemplificando a frase de Samael Aun Weor, grande filosofo do século XX: “antes de uma subida há sempre uma descida”.
Ambos pertenciam a famílias abastadas; ele filho de um grande mercador, ela , filha de prestigiados nobres. Tinham tudo em suas mãos para viver suas vidas da maneira mais agradável que a época podia proporcionar, mas escolheram ir além; era preciso conhecer e viver as dores do mundo impingidas à grande maioria das pessoas: a mais profunda pobreza! E foi dessa forma que puderam reconhecer com suas almas e corações que “Deus é e basta!!”
A ignorância e a pobreza juntas eram como muralhas que impediam as pessoas de ter esperanças de qualquer natureza. As doenças e misérias sociais eram tidas como castigos e o mundo não tinha piedade com ninguém. Era uma época singular, onde o poder temporal era subjugado pelo poder “espiritual”, não por respeito, mas sim porque, numa época de profunda ignorância, tanto o báculo quanto o anel clericais davam ao seu possuidor a prerrogativa de “condenar” as almas ao mais doloroso exílio infernal.
A coragem de Francisco e Clara de fazer reluzir o Amor do Cristo na mais simples  palavra, no mais simples ato, derrubou essa muralha tornando possível a todos perceber que cada um é capaz de trilhar o caminho de volta ao Pai, independentemente do mundo e dos homens.
O legado de Francisco e Clara de Assis resplandece até nossos dias no serviço desinteressado a toda expressão de vida, no companheirismo, no amor e respeito que tinham um pelo outro, na obediência aos desígnios divinos.
Meditemos sobre esse AMOR com o coração disposto a SERVIR, deixando de lado as diferenças e disputas, pois “DEUS é e basta”!

Heloisa Pereira Menezes – instrutora e presidente da AGB.